Veterinária espancada covardemente pelo namorado diz ter perdido movimento no braço
O agressor, Murilo Morais, está preso.
 O agressor, Murilo Morais, está preso.
Caio Machado Por Caio Machado 18/09/2019
    Compartilhe:

A veterinária que aparece em vídeo sendo espancada pelo namorado, um personal trainer, disse que está sem o movimento em um braço e só sobreviveu aos vários golpes que sofreu "pela graça de Deus".

Câmeras de segurança flagraram o momento em que ela leva socos, chutes e tem a cabeça batida no chão, em uma praça perto do condomínio onde mora, em Goiânia.

A agressão ocorreu em 28 de agosto, quando o casal se preparava para ir a uma igreja. A mulher, que prefere não ter a identidade revelada, disse que iniciou sessões de fisioterapia para retomar o movimento no braço. Ela afirma que, por sorte, não teve uma lesão mais séria na cabeça.

Murilo foi preso logo após as agressões. Na delegacia, ficou em silêncio. O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, que havia mantido a prisão após audiência de custódia, negou na terça-feira um pedido de liberdade feito pela defesa do personal. A soltura "constitui perigo à sociedade e à própria vítima". Ele já tinha passagem por ameaça e injúria contra outra mulher.

Comente com o facebook

Publicidade