Show do Metallica X jogo do Grêmio na Libertadores
Show do Metallica gera impasse para jogo do Grêmio na Libertadores
Show do Metallica gera impasse para jogo do Grêmio na Libertadores
Ricky Rocha Por Ricky Rocha 03/01/2020
    Compartilhe:

O tie do Grêmio vive um impasse com relação ao penúltimo jogo da fase de grupos da Libertadores. A partida diante da Universidad Católica, do Chile, está marcada para o mesmo dia em que ocorre o show da banda Metallica na Arena do Grêmio.

A empresa que administra o estádio ainda analisa o caso, e o clube gaúcho sabe que dificilmente a Conmebol aceitará remanejar a partida para nova data. O jogo está marcado para 21 de abril.

No contrato entre Grêmio e Arena, o clube tem prioridade no uso do estádio para jogos de futebol. A cláusula prevê situações justamente como essas, de conflito nas datas. O problema é que o show foi marcado antes e envolve uma banda do exterior. A alta cúpula da Arena Porto-Alegrense, empresa que administra o estádio, retoma as atividades apenas em 15 de janeiro.

A Conmebol não deve topar uma nova data, mesmo se houver pedido, por conta do contrato de TV. O jogo do Grêmio com o time chileno está na grade do SporTV, por exemplo.

Os dirigentes do Grêmio não abrem mão de atuar dentro da Arena pela Libertadores.

Em 2019, o clube negociou diretamente com o COL (Comitê Organizador Local) da Copa América e conseguiu usar o estádio, mesmo depois do prazo original para entrega do equipamento como sede dos jogos entre seleções. À época, o time de Renato Gaúcho encarou somente o Fortaleza em Caxias do Sul.

O Grupo E da Libertadores de 2020 também conta com América de Cali-COL e o vencedor de duelos eliminatórios pelas fases preliminares. Existe a chance de o Internacional entrar na chave.

A estreia do Grêmio na Libertadores deste ano é contra o América de Cali, na Colômbia, em 3 de março. O primeiro jogo como mandante será justamente contra o adversário que vier dos mata-matas em fases preliminares.

Comente com o facebook

Publicidade