Ronaldinho Gaúcho tem recurso negado e segue em prisão domiciliar no Paraguai
Ex-jogador e astro do futebol tem recurso negado
Ex-jogador e astro do futebol tem recurso negado
Caio Machado Por Caio Machado 11/07/2020
    Compartilhe:

Ronaldinho Gaúcho e Assis, seguem em prisão domiciliar no Paraguai sob a acusação de terem usado documentos falsos para entrarem ilegalmente no país. A Justiça do país vizinho decidiu indeferir o último pedido da dupla para deixar a prisão.

O Tribunal acompanhou a sentença que negara o pedido feito anteriormente pelo Ministério Público para que Ronaldinho e Assis recebessem o benefício em troca de colaboração com as investigações. A Câmara considerou “inadmissível” o requerimento e rechaçou a apelação da defesa, que conseguira em abril a reversão da prisão para regime domiciliar em um hotel na capital em Assunção após a dupla ficar 32 dias em uma cadeia na capital paraguaia.

Ronaldinho Gaúcho e Assis foram presos em março pelo uso de carteiras de identidade e passaportes adulterados.

Comente com o facebook

Publicidade