Padre celebridade é alvo de operação que apura desvio de doações de fiéis
A informação foi divulgada por meio de um documento assinado por Dom Washington Cruz, arcebispo da Arquidiocese de Goiânia.
A informação foi divulgada por meio de um documento assinado por Dom Washington Cruz, arcebispo da Arquidiocese de Goiânia.
Caio Machado Por Caio Machado 24/08/2020
    Compartilhe:

Robson de Oliveira Pereira, tido como uma celebridade por costumar reunir multidões em suas missas pelo Brasil, pediu afastamento de suas funções do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno e da Associação Filhos do Pai Eterno após ser alvo de uma operação que apura supostos desvios de doações de fiéis em Trindade, região Metropolitana de Goiás.

A operação que apura as irregularidades cumpriu 16 mandados de busca e apreensão, inclusive, em imóveis do padre.

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) investiga se o dinheiro pode ter sido usado para compras de bens luxuosos, entre eles, uma fazenda de R$ 6 milhões em Abadiânia, no leste de Goiás, e uma casa de praia, no valor de R$ 3 milhões, em Guarajuba (BA). Ao todo, a investigação estima que R$ 120 milhões tenham sido desviados na operação.

Comente com o facebook

Publicidade