História, Pereira Passos, em 1903" name="keywords" />
O que você sabe sobre o monumento da Vista chinesa?
Oo prefeito Pereira Passos, em 1903, com projeto do arquiteto Luis Rei, edificou, em argamassa copiando o bambu, às margens dessa estrada, o pavilhão da Vista Chinesa.
Oo prefeito Pereira Passos, em 1903, com projeto do arquiteto Luis Rei, edificou, em argamassa copiando o bambu, às margens dessa estrada, o pavilhão da Vista Chinesa.
Ricky Rocha Por Ricky Rocha 18/05/2019
    Compartilhe:

O Rio de Janeiro é mundialmente reconhecido pela beleza. Entre os atrativos da cidade esta o fato de ser a cidade que possui uma floresta dentro do perímetro urbano.Locais de onde você consiga ter uma vista privilegiada de todas essas belas imagens, são raros e valorizados. Dentre eles temos o Mirante da Vista Chinesa.

O Mirante da Vista Chinesa, que possibilita uma vista do Cristo, da Lagoa, do Pão de Açúcar e da orla da Zona Sul, passou por uma reforma há dois anos que recuperou áreas danificadas e melhorou detalhes feitos à mão. Além disso, pistas foram revestidas e novas sinalizações para maior segurança dos ciclistas foram acrescentadas.

Só é possível chegar ao Mirante de carro particular, taxi, bicicleta ou caminhando. Não existe transporte público que chegue lá. Caminhando leva-se cerca de quatro horas de subida. Porém vale o esforço, pois se tem uma linda vista de lá de cima. 

História

 

No final do século XIX, por volta de 1856, o Jardim Botânico era ligado ao Alto da Boa Vista por uma estrada carroçável, aberta por influência do Barão do Bom Retiro e cuja execução e manutenção ficou a cargo de Lord Thomas Cochrane.

Registra a crônica da cidade que, nessa obra, foram empregados trabalhadores coolies ( trabalhadores braçais oriundos da Ásia, especialmente da China e da Índia), trazidos de Macau, na China, para desenvolver a lavoura do arroz, e de chá, mas que, não tendo demonstrado qualquer habilidade para a agricultura, foram aproveitados na construção da estrada.

Depois do fracasso dessa lavoura, os chineses teriam se espalhado "pelas fraldas da Tijuca".

Em 1844, um mapa da área registrava uma edificação denominada "Casa dos Chinas". Provavelmente, um resquício dessa primitiva experiência.

Essa vocação provavelmente explica por que o prefeito Pereira Passos, em 1903, com projeto do arquiteto Luis Rei, edificou, em argamassa copiando o bambu, às margens dessa estrada, o pavilhão da Vista Chinesa.

Mais acima, na mesma Estrada da Vista Chinesa, foi construído também, um local preparado para servir como ponto de repouso nos frequentes passeios da família imperial, e por isto, ganhou o nome de Mesa do Imperador.

 

Comente com o facebook

Publicidade