Mulheres crescem cada vez mais no empreendedorismo
A busca por independência financeira é o principal motivo
A busca por independência financeira é o principal motivo

Créditos do fotógrafo Divulgação/Pixabay

Erre Soares Por Erre Soares 21/11/2019
    Compartilhe:

Dia 19 de novembro é celebrado e Dia do Empreendedorismo Feminino e, felizmente, cada vez mais as mulheres vêm dominando o mercado do empreendedorismo. Uma pesquisa realizada por meio do SEBRAE (ES), em 2019, aponta que o índice de mulheres empreendedoras evoluiu de 38% para 45%, de 2018 para 2019. Esse relatório ainda destaca que as mulheres são jovens e possuem um nível de escolaridade superior 16% a mais que os homens. No entanto, os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que as mulheres ainda são vítimas de desigualdade salarial, ganhando 22% a menos que os homens.
 
Mercado de trabalho
Segundo Flávio Anequini, gerente da Incubadora de Empresas de Lins, buscar a independência financeira é um dos principais motivos para elas começarem a empreender e buscar novas mudanças em seu faturamento. No mercado de trabalho, elas estão presentes em diferentes segmentos e deixam uma marca registrada por onde passam.
O gráfico abaixo mostra exatamente quais são as áreas de investimentos que têm o maior índice de mulheres:
 
 
Obstáculos
Devido à grande desigualdade de gênero, conhecido também como sexismo, as mulheres enfrentam um grande preconceito e também uma desigualdade salarial em relação aos homens. Infelizmente, não é apenas na carreira profissional que elas têm dificuldades. Fora do ambiente de trabalho, uma grande batalha que precisa ser enfrentada é em relação aos serviços de casa e a maternidade. “Temos que mudar esse discurso de “ajudar” a mulher em casa. Os homens têm que fazer a sua parte, sua obrigação.” afirma Valter Dal Bello, Gerente de inovação da ADETEC (Agência de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Lins).
 
Capacitação
Para começar a empreender em um mercado de trabalho tão amplo, é necessário seguir algumas dicas essenciais. Dentre elas, fazer um bom plano de negócio, avaliar os custos e fazer cursos de capacitação. Todos esses esforços são essenciais para alcançar o sucesso nos negócios. Por isso, o Centro de Inovação e a Incubadora de empresas, mantidos pela ADETEC (Agência de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico) de Lins, disponibilizam todas as ferramentas necessárias para dar o suporte aos empresários já consolidados no mercado ou iniciantes (startups).
 
Sobre a ADETEC
 
A ADETEC é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos, que existe desde fevereiro de 2001, e que nasceu para apoiar iniciativas no domínio das políticas públicas na cidade de Lins (SP) e região. Ela é uma associação formada por empresas privadas, centros universitários e entidades do poder público, que trabalham com o objetivo principal de executar atividades relacionadas a desenvolvimento, tecnologia, empreendedorismo e inovação.

Comente com o facebook

Publicidade