Mulher proíbe visitas para proteger marido, do grupo de risco, e deixa recado
Tatiane Viana teve a ideia de colocar um cartaz na porta de casa com o aviso: 'Não estamos recebendo visitas'.
Tatiane Viana teve a ideia de colocar um cartaz na porta de casa com o aviso: 'Não estamos recebendo visitas'.
Caio Machado Por Caio Machado 13/05/2020
    Compartilhe:

A medida foi adotada para proteger da Covid-19 um idoso de 63 anos e hipertenso, que mora em Oeiras, a 277 km de Teresina.

Segundo Wilson Silva Paulo, a ideia de colocar a placa foi da mulher Tatiane Viana, de 42 anos, junto com a filha do casal, Ana Clara Viana, de 12 anos.

“Minha mulher ficou com medo dos casos de pessoas infectadas com o coronavírus e teve a ideia. Minha filha fez o cartaz e elas juntas colaram na frente da nossa casa. Foi a forma que elas encontraram de me proteger”, contou.

Ainda segundo Wilson, sua mulher teme, porque além dele fazer parte do grupo de risco, também é hipertenso. “Sou de idade e hipertenso e ela não queria que ninguém entrasse em casa, então resolveu tomar essa atitude”, disse.

Wilson é do estado de São Paulo e mora no Piauí há 12 anos, contou que uma filha e uma sobrinha que moram na cidade paulista contraíram o vírus.

“Essa doença está pegando todo mundo minha filha e minha sobrinha foram diagnosticadas com coronavírus, mas estão curadas. Nós não queremos adoecer, por isso todo esse cuidado”, explicou.

 

Comente com o facebook

Publicidade