Motorista de aplicativo cria 'cabine' para se isolar de passageiros
Médico no entanto, alerta que medida não é eficaz, nem evita o contágio.
Médico no entanto, alerta que medida não é eficaz, nem evita o contágio.
Caio Machado Por Caio Machado 25/03/2020
    Compartilhe:

Um motorista de aplicativo que circula pelas ruas do Rio está usando a criatividade para tentar se isolar dos passageiros e se proteger contra o coronavírus. David, 25 anos, improvisou um plástico filme para criar uma espécie de cabine dentro do carro.

Segundo David, apesar da recomendação para que as pessoas fiquem em casa, ele precisava continuar trabalhando, pois precisa garantir o sustento da família, já que tem dois filhos e três enteados.

"Achei que as pessoas iriam reagir de uma forma negativa, mas a maioria me parabeniza e elogia pelo fato de eu estar me protegendo e evitando o contato com os passageiros", afirma David.

Na porta do veículo, ele fixou um bilhete para explicar a situação. "Desculpe o transtorno, pois tenho filhos para alimentar" diz a mensagem.

No entanto, segundo o médico Fernando Ferry, professor e diretor-geral do Hospital Gaffrée Guinle, a medida não é eficaz, nem evita o contágio. "Se ele for para qualquer outro lugar e ele colocar a mão, vai pegar", advertiu o médico.

Ele usou uma vara de uma cortina da cozinha de sua casa de forma improvisada para segurar o plástico filme.

O motorista ainda destacou que como tem tido dificuldade para encontrar álcool gel, tem burrifado água sanitária e sabão no carro para fazer a higienização dos bancos.

"Também tenho passado na maçaneta do carro onde as pessoas colocam as mãos. Assim como eu, muita gente está querendo que isso passe logo, mas como eu não posso ficar em casa e tenho que levar o sustento pra casa, estou tendo esses cuidados para me proteger", explicou.

Comente com o facebook

Publicidade