Monick Camargo dispara: "Mulher tem que ser sensual, mostrar as curvas pois é lindo o desenho do corpo feminino"
A modelo Monick Camargo, ex-A Casa, ex-A Fazenda e que trabalhou como repórter dos Bastidores do Carnaval na RedeTV!, defende as mulheres que fazem ensaios sensuais e que postam fotos ousadas nas redes sociais.
A modelo Monick Camargo, ex-A Casa, ex-A Fazenda e que trabalhou como repórter dos Bastidores do Carnaval na RedeTV!, defende as mulheres que fazem ensaios sensuais e que postam fotos ousadas nas redes sociais.

Créditos do fotógrafo MF Press Global

Redação Por Redação 08/03/2018
    Compartilhe:

"A mulher tem que ser sensual sim, postar foto, mostrar as curvas, porque é muito bonito o desenho do corpo feminino. O Dia das Mulheres é muito importante pois ser mulher é difícil, é ser homem duas vezes. Sei que a mulher conquistou muitos dos seus direitos e hoje em dia é totalmente independente, mas ainda existe preconceito em certas coisas. Trabalho como modelo a na minha profissão e ainda existe preconceito", afirma a loira que ganhou o título de "Musa da Fazenda" por telespectadores e internautas que acompanharam o reality show "A Fazenda - Nova Chance".

 

"Mulher é muito trabalhadora, cuida de tudo e ainda tem esse dom tão especial que é gerar outro ser. Infelizmente existe muita agressão à mulher e abusos sexuais. Muitos falam que as mulheres provocam ao colocar nas redes sociais fotos ousadas, nuas. É um absurdo quem tem esse pensamento. É ridículo esse pensamento machista. Mesmo a mulher tendo conquistado tudo o que conquistou hoje em dia existem pessoas que têm pensamento pequeno, que acha que lugar de mulher é no fogão, que mulher não pode postar foto ousada pois assim provoca a atenção de olhares de pessoas maldosas que acabam abusando sexualmente delas. É ridículo", dispara a modelo.

 

Monick Camargo diz que é difícil se relacionar devido ao seu trabalho: "No meu meio é difícil ter um relacionamento e durar. A pessoa tem que confiar muito pois cada hora estou em um lugar. Graças a Deus sou independente e não aceito homem gritar comigo. Nos meus dias na Fazenda isso ficou bem nítido, que não aceito ninguém mandar na minha vida e que se não for do meu jeito para mim não serve".

 

"Apoio a mulher que é guerreira, batalhadora, que corre atrás do seu todo dia para não depender de ninguém. Tenho pensamento totalmente feminista, tenho nojo de qualquer tipo de pensamento machista. Mulher tem que ter o seu dinheiro, seu trabalho, sua vida. Em contrapartida, quanto mais independente a mulher fica, é mais difícil se relacionar com um homem. Infelizmente essa é a realidade", finaliza a goiana.

Comente com o facebook

Publicidade