Lenda na Seleção Feminina, Formiga quer fazer história na Copa de 2019
Formiga, uma das maiores jogadoras do futebol feminino brasileiro e de todos os tempos, com mais de 20 anos defendendo a camisa amarela e, mesmo com 40 anos, ela ainda tem mais uma meta: disputar a Copa do Mundo da França, em
Formiga, uma das maiores jogadoras do futebol feminino brasileiro e de todos os tempos, com mais de 20 anos defendendo a camisa amarela e, mesmo com 40 anos, ela ainda tem mais uma meta: disputar a Copa do Mundo da França, em
Caio Machado Por Caio Machado 10/11/2018
    Compartilhe:

Formiga, uma das maiores jogadoras do futebol feminino brasileiro e de todos os tempos, com mais de 20 anos defendendo a camisa amarela e, mesmo com 40 anos, ela ainda tem mais uma meta: disputar a Copa do Mundo da França, em 2019.

"Eu quero jogar a Copa do Mundo. Eu não tinha dito isto para ninguém até agora, mas, sim, é isso que eu quero fazer", disse em nota publicada no site da Fifa nesta sexta-feira, véspera do amistoso com a França em Nice.

Se disputar o Mundial, Formiga marcará ainda mais seu nome na história. Sendo a primeira jogadora a disputar sete edições da Copa, superando as seis da japonesa Homare Sawa, e, aos 41 anos, superaria a norte-americana Christie Rampone como a mais velha a jogar o torneio.

Formiga também se tornaria apenas a terceira atleta de linha, entre homens e mulheres, a jogar uma partida de Mundial com mais de 40 anos, feito alcançado apenas por Rampone e pelo camaronês Roger Milla, em 1994. "Eu vou ter 41 anos na Copa. Seria realmente legal emular o Roger Milla e fazer história. Todo mundo lembra de vê-lo na TV".

A jogadora ainda tentou explicar os motivos de permanecer em atividade: "Eu descanso muito. Não pretendia ainda estar aqui, mas minha paixão pelo futebol é tão forte que eu não quero parar. Superar barreiras me encoraja, me guia", afirmou.

Comente com o facebook

Publicidade