Instagram quer promover saúde mental durante quarentena
Em um comunicado, Instagram, Facebook e Instituto Vita Alere de Prevenção e Posvenção do Suicídio anunciaram uma parceria para promover a saúde mental no Brasil
Em um comunicado, Instagram, Facebook e Instituto Vita Alere de Prevenção e Posvenção do Suicídio anunciaram uma parceria para promover a saúde mental no Brasil
Caio Machado Por Caio Machado 05/04/2020
    Compartilhe:

Com essa união, serão desenvolvidos cinco materiais de apoio psicológico para ajudar famílias, adolescentes, profissionais da saúde e pessoas em grupos de risco a terem uma experiência mais positiva neste momento. Nas próximas semanas, as contas oficiais das empresas e o site do Vita Alere vão postar dicas úteis sobre como manter a saúde mental em tempos de covid-19.

A campanha também tem apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), que participou do desenvolvimento de recomendações para o público mais jovem. Para tanto, a organização fez uma consulta pública voltada para os adolescentes, a fim de garantir que o material fosse atrativo e eficaz.

Entre os conteúdos estão vídeos e publicações no feed e nos Stories, para incentivar práticas e atividades benéficas de saúde mental, além de transmissões ao vivo no Facebook e no Instagram do Instituto Vita Alere para promover debates sobre cada um dos temas publicados.

"Sabemos que essa situação de isolamento social, nova para todo mundo, pode causar diversos impactos na vida das pessoas que estão trabalhando ou estudando em casa, que precisam sair para trabalhar na rua ou que estão na linha de frente do combate ao vírus", afirma a psicóloga e fundadora do instituto, Karen Scavacini, que fará lives exclusivas para o projeto.

Esse projeto também conta com o Estadão como parceiro de imprensa. Com isso, aqueles que participam do grupo #EstadãoInforma: Coronavírus do Facebook também poderão acompanhar as orientações. Vale dizer que ainda é possível entrar no grupo, basta acessar o link e enviar uma solicitação para os administradores.

Entre as primeiras dicas divulgadas pelo projeto estão estabelecer uma rotina, fazer exercícios físicos e atividades de que você gosta e, caso esteja em um tratamento médico, não interrompê-lo sem orientação médica.

Comente com o facebook

Publicidade