Hotéis independentes do Rio - mais da metade, não tem previsão de reabertura
Rede hoteleira é fortemente afetada pela pandemia.
Rede hoteleira é fortemente afetada pela pandemia.
Ricky Rocha Por Ricky Rocha 27/07/2020
    Compartilhe:

A pandemia esta deixando muitas vítimas, e dentre elas estão vários estabeleccimentos. No ramo hoteleiro, ccerca de 68 hotéis independentes do Rio, ou seja, aqueles que não pertencem a grandes redes, estão com as atividades temporariamente suspensas. É o que aponta um levantamento feito pelo Sindicato de Hospedagem do município.

Entre os estabelecimentos, estão hotéis, hostels e albergues.

Ao mapear uma previsão de retomada do setor, o estudo aponta:

  • 57,35% dos empreendimentos apurados não trabalham com previsão de data;
  • 25% pretendem reabrir as portas em agosto;
  • 10,03%, em setembro;
  • 1,47%, em novembro;
  • 1,47%, em dezembro;
  • 4,41% em 2021.

A pesquisa registrou que sete estabelecimentos fecharam definitivamente.

Além disso, o setor acumulou um prejuízo estimado em R$ 720 milhões nos últimos quatro meses por conta da pandemia.

Apesar da autorização da Prefeitura do Rio para reabertura, com o início da Fase 4 da flexibilização, no último dia 17, os principais pontos turísticos resolveram retomar as atividades apenas na segunda quinzena de agosto.

O Pão de Açúcar, o Trem do Corcovado, o Aquario e a roda-gigante Rio Star tomaram essa decisão em conjunto. O grupo planeja também uma campanha que prevê descontos de até 50% no valor dos ingressos para os visitantes.

No último dia 9, o Parque Nacional da Tijuca, o Jardim Botânico e o Parque Lage reabriram parcialmente para visitações após quatro meses fechados.

Comente com o facebook

Publicidade