Hipótese de homicídio involuntário de Davide Astori abre inquérito
O futebolista internacional italiano Davide Astori, capitão da Fiorentina, foi encontrado morto no domingo no quarto de hotel em que a equipa se encontrava em estágio, para um jogo em Udine.
O futebolista internacional italiano Davide Astori, capitão da Fiorentina, foi encontrado morto no domingo no quarto de hotel em que a equipa se encontrava em estágio, para um jogo em Udine.

Créditos do fotógrafo Davide Astori - Twitter

Redação Por Redação 05/03/2018
    Compartilhe:

O capitão da Fiorentina morreu, aparentemente de doença súbita, aos 31 anos. A sua morte, precoce, deixou todos em choque. O futebolista deixou uma mulher e uma filha de apenas dois anos.

Agora sabe-se que o corpo de Davide Astori vai ser autopsiado, provavelmente para determinar a verdadeira causa da morte, e só na quinta-feira é que haverá funeral.

O procurador de Udine anunciou, esta segunda-feira, a abertura de um inquérito “obrigatório” à morte de Davide Astori, capitão da Fiorentina que foi encontrado sem vida no hotel da equipa, no domingo de manhã.

 

Citado pelo jornal italiano “La Gazzetta dello Sport”, o procurador de Udine, Antonio de Nicolo revelou que foi aberto um inquérito por possibilidade de “homicídio involuntário contra desconhecidos”.Patrocinado por Fundación

“A Fiorentina e a família de Davide informam que a autópsia será realizada amanhã. Davide retornará a Florença na quarta-feira, onde, no Centro Técnico Federal de Coverciano, ficará em câmara ardente. O funeral será em Florença na quinta-feira, pelas 10 horas, na Basílica de Santa Croce”, informou o clube no Twitter esta segunda-feira.

 

Entretanto as homenagens dos adeptos sucedem-se. De acordo com o que a ACF Fiorentina tem mostrado no Twitter, “fãs, amigos e muitos jovens deixam lenços, fotografias e velas em frente ao Franchi em memória de Astori”.

Comente com o facebook

Publicidade