Grande tubarão branco é partido ao meio na costa australiana
Tubarão branco e encontrado praticamente partido ao meio por mordidas
Tubarão branco e encontrado praticamente partido ao meio por mordidas
Ricky Rocha Por Ricky Rocha 27/12/2017
    Compartilhe:

Se você tem medo do oceano por conta de seus terríveis predadores, saiba que não está sozinho. 

Aparentemente, até os próprios tubarões precisam se preocupar com os perigos de sua espécie. Esses animais tendem a atacar uns aos outros, quando seus caminhos se cruzam por entre as águas.

Recentemente, uma descoberta provou que isso realmente acontece – e te fará pensar duas vezes antes de mergulhar no oceano profundo.

Um grande tubarão branco de três metros foi descoberto em Queensland, na Australia. O animal ficou preso na rede que havia sido colocada com esse objetivo. No entanto, esse tubarão não estava bem. Ele tinha dois grandes e profundos cortes, que haviam sido feitos por outro tubarão branco, ainda maior que esse. Como mencionado antes, até mesmo os tubarões menores precisam tomar cuidado com os maiores de sua espécie.

Com duas grandes mordidas dos dois lados, o tubarão estava quase partido ao meio. O grande tubarão branco que o mordeu deveria ser o dobro de seu tamanho, para provocar um dano de tal proporção, as mordidas eram enormes.

O especialista em tubarões Hugh Edwards disse:

“Os grandes tubarões brancos são canibais conhecidos por comerem qualquer coisa, incluindo sua própria raça”. Ele também aconselhou que ninguém nadasse naquela área, já que o tubarão monstro ainda poderia estar escondido em algum lugar próximo.

Os banhistas que frequentam o local ficaram apavorados. Uma mulher disse: “Se esse tubarão é capaz de fazer isso com outro da mesma espécie, com certeza faria o mesmo com meus filhos”.

Muitos estão evitando o local, preocupados com sua segurança e a de seus entes queridos. Com certeza, perder sua vida de forma tão assustadora e trágica é algo terrível de se imaginar. A praia foi sinalizada com avisos sobre ataques de tubarão e os banhistas devem ficar longe até que a situação se estabilize.

Comente com o facebook

Publicidade