Fisco espanhol ja pediu prisão de CR7 por sonegação
CR7 declarou apenas 4% de R$ 536 milhões à receita, e Chefe do Fisco já havia sugerido prisão do craque
CR7 declarou apenas 4% de R$ 536 milhões à receita, e Chefe do Fisco já havia sugerido prisão do craque
Ricky Rocha Por Ricky Rocha 12/01/2018
    Compartilhe:

Cristiano Ronaldo vem sendo investigado pelo Fisco espanhol, que inclusive já chegou a sugerir à Justiça sua prisão por sonegação. Nesta quinta, mais um escândalo envolvendo o nome do craque do Real Madrid veio à tona. 

O El Confidencial teve acesso aos processos do jogador e apurou que CR7 teria declarado ao imposto de renda apenas 4% de 536 milhões de reais embolsados por ele no período de 2011 a 2014.

O fato é que entre 2011 e 2014, CR7 lucrou 138 milhões de euros em direitos de imagem, resultado dos anúncios que fez para marcas como a Nike, Coca-Cola, Emirates ou Tag Heuer. 

Sua defesa justifica que seus ganhos de patrocínio são declarados no exterior, por isso a declaração de apenas 22 milhões dos 536 milhões totais, o que representa 24% do valor arrecadado na Espanha, 85 milhões de reais.


Recordemos que Cristiano Ronaldo lidera a lista dos desportistas mais bem pagos do Mundo da revista Forbes. Só no ano passado, o futebolista do Real Madrid, de 32 anos, recebeu 58 milhões de euros em salários, mais 35 milhões em contratos publicitários (82,6 no total). 

No mundo do desporto, a sua fortuna só é comparável com a do basquetebolista LeBron James, que em 2017 amealhou 76 milhões de euros, e o seu rival, Lionel Messi, que ganhou 71 milhões.

FISCO JA PEGOU MESSI

Por problemas com o Fisco, Lionel Messi também foi investigado pela receita espanhola e temrinou condenado a 21 meses de prisão. Ele não chegou a ser preso pois a lei espanhola isenta de prisão condenações menores que dois anos.

Comente com o facebook

Publicidade