É seguro realizar pagamentos por aproximação?
Você certamente já ouviu falar de aplicativos como Google Pay, Samsung Pay e Apple Pay.
Você certamente já ouviu falar de aplicativos como Google Pay, Samsung Pay e Apple Pay.
Caio Machado Por Caio Machado 25/02/2020
    Compartilhe:

Tais soluções armazenam dados de cartões de crédito e permitem transações por aproximação com a tecnologia NFC. Aliás, esta forma de pagamento está se disseminando cada vez mais, inclusive, em transportes públicos. Apesar da crescente adesão a essas soluções, muita gente se pergunta: realizar pagamentos por aproximação é seguro contra fraudes? O cofundador da PagBrasil, afirma que sim.

Segundo o empresário Ralf Germer, o objetivo das carteiras digitais é fazer com que as pessoas não necessitem mais sair de casa com cartões e dinheiro em espécie, bastando um dispositivo eletrônico para realizar compras, o que já garante pontos positivos. Com relação à proteção dos dados informados, softwares de criptografia não permitem que o aparelho receptor, com o qual você conecta seu smartphone, por exemplo, tenha acesso a dados confidenciais.

“Para realizar uma operação com o celular, a pessoa precisa autenticar o serviço com leitor biométrico, código PIN ou com reconhecimento facial, ou seja, se o smartphone for furtado, basta bloquear o aparelho para proteger as suas informações", explica Germer.

“Só o fato de os usuários não precisarem mais inserir seus dados todas as vezes em que forem realizar uma transação, porque estes já estão salvos nas carteiras digitais, é um avanço contra o roubo de cartões e senha”.

É importante, claro, que o consumidor tome algumas precauções. Afinal, tentativas de golpes sempre ocorrem, principalmente em locais nos quais a distração pode trazer dor de cabeça. Entretanto, as chances de você cair em uma cilada são menores.

"A maioria das lojas está desenvolvendo aplicativos e/ou tecnologias que utilizem a autenticação de dois fatores – recurso que acrescenta uma camada de segurança em que o usuário precisa fornecer outra maneira de autenticação que não a senha para que o pedido ou transação seja concluído", explica Tom Canabarro, cofundador da Konduto.

Considerando que efetuar pagamentos de compras por novos métodos, como QR Code e NFC, está virando um hábito entre os brasileiros tanto em lojas físicas como online, as iniciativas para proteger o consumidor são muito bem-vindas. Parece que os pagamentos por aproximação vieram para revolucionar de vez a forma como lidamos com dinheiro.

Comente com o facebook

Publicidade