Crise hoteleira pós 2016 faz 13 hotéis fecharem as portas no Rio
Queda na atividade turística fez hotéis que cresceram durante as Olimpíadas fecharem as portas
Queda na atividade turística fez hotéis que cresceram durante as Olimpíadas fecharem as portas
Ricky Rocha Por Ricky Rocha 01/08/2018
    Compartilhe:

Após terem investido em empreendimentos durante os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, cerca de 13 hotéis fecharam as portas devido à crise econômica e falta de clientes. Outros três também fecharam alegando reformas.

De acordo com estudo, 16 hotéis pararam de funcionar nos últimos dois anos no Rio. Juntos, os locais tinham 2.828 quartos, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-RJ).

Embora o Rio de Janeiro tenha conquistado destaque com as Olimpíadas, a verdade é que há uma queda na atividade turística. Em 2016, os turistas tinham à disposição 58.983 leitos, um aumento de 64,3% em relação aos 35.899 existentes em 2012, segundo dados do Cadastur, do Ministério do Turismo. No entanto, atualmente há mais quartos do que turistas interessados em ocupá-los, refere a publicação.

A verdade foi que o sistema hoteleiro e a cidade tiveram que se adaptar as exigências do Comitê organizador, e que naquele momento das Olimpíadas, ocorre um pico de procura hoteleira, que dificilmente será alcançado posteriormente. Na verdade, deveriam ter sido criados acomodações, ou apartamentos que ficassem reservados para estrear por ocasião do evento, sendo postos para locação nesta época. Passado este pico, os imóveis seriam revisados e posteriormente postos a venda para moradia comum. 

Comente com o facebook

Publicidade