Consuelo de Paula & João Arruda fazem a última live antes de lançar o CD Beira de Folha
Os encontros online precedem o show de lançamento do CD Beira de Folha, que também será transmitido pelo canal, no dia 21 de agosto.
Os encontros online precedem o show de lançamento do CD Beira de Folha, que também será transmitido pelo canal, no dia 21 de agosto.

Créditos do fotógrafo Divulgação / MF Press Global /Linda Thompson

Erre Soares Por Erre Soares 29/07/2020
    Compartilhe:

Os cantores, compositores e instrumentistas Consuelo de Paula & João Arruda apresentam a live Beirando as Folhas 3, no dia 14 de agosto (sexta, às 18h). O bate-papo musical acontece ao vivo pelo canal do projeto Beira de Folha no YouTube - https://www.youtube.com/c/beiradefolha. Basta se inscrever para acessar.  

 

Os encontros online precedem o show de lançamento do CD Beira de Folha, que também será transmitido pelo canal, no dia 21 de agosto. As composições do disco nasceram de uma troca de imagens e poemas entre os artistas. Consuelo de Paula criou as letras a partir de imagens propostas por João Arruda, que compôs as melodias de forma sincrônica e orgânica.

 

Nesta última live (de uma série de três) Consuelo e João lançam o vídeo da canção “Figurino”, produzido por Mário de Almeida. O videoclipe traz João cantando e tocando craviola em meio à natureza, no mesmo local onde Alik Wunder tirou a foto que inspirou a música. “Figurino” não está no CD Beira de Folha, mas poderá ser conferida no site do projeto.

 

Em Beirando as Folha 3, Consuelo e Arruda falam sobre o processo criativo das canções e sobre a produção do disco que ocorreu durante a quarentena, devido à pandemia do novo coronavírus. Consuelo promete ainda recitar poemas e interpretar a canção “Bailado” em primeira mão - como mais um aperitivo do repertório do CD. A live também aborda as outras particularidades de Beira de Folha, que inclui um livro/encarte, organizado por Alik Wunder com fotografias e imagens da Série Fitografias da artista visual Marli Wunder, e o site com conteúdos extras: áudio-poemas, música inédita, vídeos de canções, editados com imagens dos artistas e da natureza que inspirou a obra (exibidos durante as lives), e o show de lançamento do CD.

 

A afinidade e amizade entre os artistas se concretizou no primeiro encontro. João Arruda convidou Consuelo para participar do projeto Arreuní, no Centro Cultural Casarão, em Campinas, e já acenaram com a possibilidade de realizar algo em conjunto. Iniciou-se, então, uma troca poética, na qual fotos e vídeos, postados por João em suas redes sociais, ou enviadas diretamente para Consuelo, inspiraram letras e poemas, imediatamente musicados pelo violeiro. A composição “Beira de Folha”, que dá nome ao CD, brotou desse encontro, sendo a semente do projeto.

Comente com o facebook

Publicidade