Conor McGregor anuncia retorno ao UFC com luta em 18 de janeiro
O atleta não luta desde que perdeu por finalização para Khabib Nurmagomedov em outubro de 2018
O atleta não luta desde que perdeu por finalização para Khabib Nurmagomedov em outubro de 2018
Ricky Rocha Por Ricky Rocha 24/10/2019
    Compartilhe:

Conor McGregor retornará às artes marciais mistas em janeiro com uma luta no UFC em Las Vegas. O irlandês anunciou nesta quinta-feira, em entrevista coletiva realizada em Moscou, que vai voltar "totalmente focado" em um evento marcado para 18 de janeiro, na Arena T-Mobile.

"Essa é a minha luta de retorno. Faltarão 12 semanas neste sábado. Estou no auge da condição física. Eu acertei com a organização", disse McGregor, acrescentando que ele sabe o nome do oponente, mas não o revelaria. "Se eu desse o nome a vocês, o que eu gostaria de fazer, eu sei que o UFC mudaria porque são uma empresa astuta."

McGregor, de 31 anos, não luta desde que perdeu por finalização para Khabib Nurmagomedov em outubro de 2018, em combate que valia o cinturão do peso leve (até 70kg). Ele foi suspenso por seis meses e multado em US$ 50 mil (aproximadamente R$ 200 mil) por sua participação em uma briga generalizada após a luta.

O irlandês também afirmou que está mirando mais duas lutas, incluindo uma revanche com Nurmagomedov em Moscou, tendo proferido uma série de insultos ao russo. Após o combate de 18 de janeiro, McGregor disse que gostaria de lutar contra o vencedor do combate de 3 de novembro entre Nate Diaz e Jorge Masvidal, seguidos por outra contra Nurmagomedov ou Tony Ferguson.

O retorno de McGregor ocorre quando ele enfrenta vários problemas na Justiça, incluindo um processo por dar um soco em um homem em um bar. Mas prometeu se abster de álcool e da vida noturna na preparação para a sua próxima luta. "Estou focado aqui. Estou estruturado agora", afirmou.

Comente com o facebook

Publicidade