Carol Nor, " name="keywords" />
Como viajar pode interferir na saúde da tua pele?
Conhecer um lugar diferente e todas as suas origens, de fato, é revigorante. Por outro lado, durante as viagens nos deparamos com outras novidades, como a mudança climática e até mesmo a falta de sono devido ao fuso horário.
Conhecer um lugar diferente e todas as suas origens, de fato, é revigorante. Por outro lado, durante as viagens nos deparamos com outras novidades, como a mudança climática e até mesmo a falta de sono devido ao fuso horário.

Créditos do fotógrafo Reprodução / MF Press Global

Erre Soares Por Erre Soares 04/09/2019
    Compartilhe:

Não há nada melhor do que dar um tempo na rotina para viajar. Conhecer um lugar diferente e todas as suas origens, de fato, é revigorante. Por outro lado, durante as viagens nos deparamos com outras novidades, como a mudança climática e até mesmo a falta de sono devido ao fuso horário. O que poucos sabem é que também isto podem afetar a saúde da sua pele.

A médica especialista em dermatologia, Carol Nor, aponta que além de afetar diretamente a sua vida, todos esses fatores também refletem na sua pele: “a mudança de clima, de pressão atmosférica durante o voo e até mesmo os produtos usados quando estamos fora, que não são os que estamos habituados, podem influir diretamente na saúde da nossa pele”.

A especialista aponta alguns destes atenuantes e como eles afetam a sua pele. Confira:

Voar de avião: Ao longo do voo, você normalmente enfrenta alguns fatores que não está acostumada, como as grandes altitudes, baixa umidade e a longa exposição ao ar condicionado. Então, levem na bagagem de mão um creme hidratante para o rosto e um de textura mais densa para as mãos.

Mudança de clima: Quando viajamos, mesmo sendo de um estado para outro, as variações de temperatura e níveis de umidade do ar interferem na hidratação, sensibilidade e até na renovação da pele. Por isso, é importante tomar alguns cuidados específicos em cada temporada.

Poluição: Esse dano externo incentiva a formação de radicais livres, que levam, entre outras coisas, à quebra de colágeno e consumo de vitaminas. Clinicamente, isso se traduz em sinais comuns do envelhecimento, como linhas finas, textura irregular e falta de luminosidade. Porém, existem formas de proteger a sua pele da poluição, como o uso combinado de antioxidantes e filtro solar.

Falta de sono: Uma viagem também pode afetar bastante a qualidade do sono, principalmente quando ocorre mudança de fuso horário, é recomendado descansar de 8 à 10 horas por noite. Menos que isso, muitos incômodos começam a surgir na sua pele, deixando-a com um aspecto opaco, sem viço e estimulando o aparecimento de olheiras.Produtos de hotel: Produtos desconhecidos, como algumas amostras que costumamos ganhar em pousadas e hotéis, podem não combinar com a sua pele. Para prevenir, tenha sempre em mãos seu kit próprio de cuidados com a pele. Não esqueça itens importantes, como solução micelar, sabonete facial, hidratante e protetor solar.

Esquecer da rotina de cuidados com a pele: Mesmo sendo uma viagem corrida, não deixe de seguir as indicações do seu dermatologista e realize os seus rituais faciais e corporais.

Comente com o facebook

Publicidade