Cocielo acusado de racismo: Danilo Gentili defende a liberdade de expressão
Ministério Público cobra R$ 7 milhões de youtuber Cocielo por dano social
Ministério Público cobra R$ 7 milhões de youtuber Cocielo por dano social
Redação Por Redação 14/09/2018
    Compartilhe:

O Ministério Público de São Paulo abriu uma ação na última quarta-feira (12) contra o youtuber Júlio Cocielo por racismo, afirma a Jovem Pan. O MP, por meio dos promotores de Justiça de Direitos Humanos Eduardo Valério e Bruno Orsini Simonetti, acredita que Cocielo deva pagar mais de R$ 7 milhões por dano social coletivo no caso Mbappé. Além disso, os promotores solicitam a quebra do sigilo bancário do youtuber.

O Ministério Público de São Paulo afirma que o youtuber Cocielo publica comentários racistas "de forma sistemática" em redes sociais

No mês de julho, durante a Copa do Mundo de 2018, Júlio Cocielo tweetou um comentário sobre o jogador Kylian Mbappé, da seleção francesa. No caso, Cocielo afirmou que Mbappé "conseguiria fazer uns arrastão (sic) top na praia". Na época, o tweet levantou uma discussão sobre racismo na internet.

Tentamos levantar se Mbappé estaria sabendo de algo e até agora parece que ele nem sabe que seu nome tá rolando, até agora.

O apresentador Danilo Gentili publicou em seu Twitter:

Tô formando um Instituto de Defesa da Liberdade de Expressão. Mais detalhes em breve.

Comente com o facebook

Publicidade