Ciência comprova os benefícios da Fé para o corpo, mente e coração
O pastor Antonio Junior, um dos maiores influenciadores digitais do mundo cristão no Brasil, aponta como a Ciência está cada vez mais validando a Fé como algo importante para o bem estar físico e mental
O pastor Antonio Junior, um dos maiores influenciadores digitais do mundo cristão no Brasil, aponta como a Ciência está cada vez mais validando a Fé como algo importante para o bem estar físico e mental

Créditos do fotógrafo Reprodução / MF Press Global

Erre Soares Por Erre Soares 18/02/2020
    Compartilhe:

Ciência e religião adquiriram, ao longo do tempo, características distintas, segundo concepções de natureza filosófica, sociais e influências políticas e econômicas. No entanto, até pouco tempo atrás, elas andavam lado a lado e a religião teve um papel fundamental em grandes descobertas científicas da história nos campos da genética, astronomia, biologia, citologia, psicologia, etc.

Hoje em um contexto de um mundo cada vez mais laico, em que a ciência e a religião parecem se afastar, surgem novas evidências que mostram os benefícios da fé para o corpo e à mente. Dezenas de estudos mostram que fiéis são mais felizes, vivem mais, conseguem combater doenças e superar adversidades com mais facilidade.

 
Fé e a saúde física


O pastor evangélico e influenciador digital Antonio Junior, revela exemplos de como a fé pode ser uma aliada para a saúde: “nós cristãos acreditamos que o nosso corpo é templo do Espírito Santo (1 Coríntios 6.19-20) e por isso temos a consciência de que temos de cuidar bem dele, com alimentação, exercícios e cuidados médicos. A fé nos torna conscientes de que se o nosso corpo é templo do Espírito Santo e Deus habita em nós, então não podemos deixar em ruínas a morada de Deus. Cabe a nós zelar pela manutenção desse templo”, conta.

Um estudo populacional feito em 2001 pelo Centro Nacional de Adição e Abuso de Drogas dos EUA constatou que adultos que não consideram religião importante em suas vidas consomem muito mais álcool e drogas do que os que acham os credos relevantes e tem uma vida muito mais desregrada no que diz respeito à saúde. É a versão real dos Simpsons: Homer Simpson faz pouco de qualquer fé, é obeso e alcoólatra. Já seu vizinho religioso, Ned Flanders, é regrado, tem saúde perfeita e corpo sarado.

No entanto, o pastor Antonio adverte: “Obviamente isto não quer dizer que entrar pra uma igreja vai te dar um corpo de atleta, mas aplicar a mesma disciplina que temos para seguir os preceitos bíblicos na vida pessoal pode fazer a diferença para a sua saúde e para o corpo”, ressalta.

Os benefícios da fé são estudados desde os anos 80 no Brasil. A Organização Mundial da Saúde (OMS) atesta que a fé influencia na saúde física, mental e biológica. A crença pode diminuir os riscos de diabetes, doenças cardiovasculares, respiratórias, infartos, insuficiência renal e acidente vascular cerebral. Em 2004, o São Paulo Medical Journal, da Associação Paulista de Medicina, publicou uma pesquisa que afirma o poder da prece na recuperação de pacientes com câncer.

 

Antonio Junior/Reprodução / MF Press Global 

 

Fé e a saúde mental e emocional

Segundo um estudo realizado na Europa, religiões estimulam algo essencial para o ser humano: o espírito de comunidade. Os fiéis normalmente não estão sozinhos, estão cercados de outros que têm a mesma fé, o que ajuda a superar a depressão e os problemas da vida.

O pastor Antonio Junior é escritor, influenciador digital e tem hoje o maior canal de devocionais e mensagens cristãs do Brasil, com 3,6 milhões de inscritos e uma área de influência de quase 7 milhões de pessoas nas redes sociais. Ele relata como as mensagens podem transformar vidas: “comecei a escrever na internet mensagens de fé e de vida com Deus há alguns anos atrás e logo percebi que as pessoas eram abençoadas com aquele conteúdo e pediam que eu postasse mais.  Ao longo destes anos foram milhares de depoimentos que recebi de pessoas que encontraram a paz, se reconectaram com a fé e receberam forças para prosseguir em momentos difíceis da vida.”

O cientista Andrew Newberg, professor da Universidade da Pensilvânia (EUA), revela em seu livro How God Changes Your Brain (“Como Deus muda o seu cérebro”) que quanto mais pensamos em Deus, mais intensamente serão as alterações dos circuitos neurais. Um novo estudo realizado na Universidade Thomas Jefferson, na Pensilvânia, nos Estados Unidos revela que a cura física pode ocorrer como resultado do poder da oração. O estudo mostrou através de ressonâncias magnéticas do cérebro que há poder na oração e que religiosos ativam áreas específicas do cérebro.

 
Reconciliação da Fé com a Ciência

Para o pastor Antonio Junior isto representa mais uma vez a ciência se aproximando das verdades da religião: “antes as pessoas achavam que pessoas de fé eram alheias aos progressos da ciência, e que o Método Científico, criado por Galileu Galilei, seria um separador de águas que afirmaria apenas o natural como verdade absoluta para a produção do conhecimento, em vez das palavras reveladas através da bíblia e o sobrenatural. Os fatos e as pesquisas mostram a importância da fé e porque mesmo em pleno século 21 ela não foi extinta pela tecnologia. A ciência está começando a entender e se reconciliando com a fé e seus milagres, mas nós sabemos que a fé e vai além do que se espera e do que se pode ver”.

Comente com o facebook

Publicidade