Cássio Bruno ressalta vantagens do preenchimento mandibular
Cirurgião dentista explica como é realizado o procedimento cada vez mais procurado no País
Cirurgião dentista explica como é realizado o procedimento cada vez mais procurado no País

Créditos do fotógrafo Direitos Reservados

Redação Por Redação 11/06/2020
    Compartilhe:

O preenchimento do ângulo da mandíbula é um dos procedimentos estéticos mais populares do Brasil do momento Para os homens, ele normalmente garante um aspecto mais masculino ao rosto. Já para as mulheres, ele colabora no processo de harmonização da face.

De acordo com o cirurgião dentista Cassio Bruno Martins dos Santos, referência nacional em Harmonização Orol Facial (HOF), trata-se de um procedimento bastante simples e que não deve ser confundido com a harmonização. “Eu recebo muitos questionamentos sobre isso. Muitas pessoas acham que se trata da mesma coisa, mas não é. No ângulo de mandíbula eu faço o preenchimento mandibular, já a harmonização são todos os procedimentos que podem ser feitos na face, que resulta na harmonia da face”, detalhou.

O especialista, que é referência nesse tipo de procedimento em todo o Brasil, explica que todo o processo leva em torno de 30 a 40 minutos, sendo feito com anestesia local. “Nós utilizamos uma cânula, que é uma agulha sem ponta, para aplicação do ácido hialurônico”. Segundo o cirurgião dentista, o processo não ocasiona dor nem edema. O paciente também não apresenta inchaço após a realização.

Quantidade

Cássio Bruno reforça que existe uma quantidade limite de ácido para aplicação conforme o gênero da pessoa. “Na mulher a média indicada é de 2 a 6 ml e no homem varia de 3 a 8 ml. Esse volume é definido conforme o perfil do paciente, por isso é feita uma análise antes”. Ele relata que as mulheres devem ter o malar, conhecido como maças do rosto, mais destacado que a mandíbula. “O homem, por sua vez, deve ter a mandíbula na mesma linha ou até mais larga que o malar, porque dá uma aparência mais máscula. Esse é resultado que os pacientes procuram”, pontuou.

A durabilidade do preenchimento do ângulo da mandíbula é de aproximadamente 18 meses. Esse prazo varia de acordo com a densidade e quantidade de produto que foi aplicada. “A orientação é que o paciente faça o retoque no prazo de um ano, assim cai pela metade a quantidade de ácido que será usada novamente”.

O custo do tratamento varia de R$ 2 mil a R$ 20 mil reais em função também da quantidade e da densidade do material aplicado. “É um procedimento muito procurado e que vale a pena fazer pelos resultados que serão obtidos sem a necessidade de cirurgia”, finalizou o profissional.

Histórico

Cassio Bruno Martins dos Santos, 30 anos, é cirurgião dentista especialista em Harmonização Orol Facial. Nascido no Rio de Janeiro, atualmente ele reside na Barra da Tijuca e é reconhecido internacionalmente como um dos maiores em sua área de atuação.

Comente com o facebook

Publicidade