Atendente virtual da Polícia salva vítima de agressão domiciliar em MG
Um sistema de proteção a vítimas de violência doméstica funcionou de forma eficaz neste fim de semana em Manhuaçu (MG).
Um sistema de proteção a vítimas de violência doméstica funcionou de forma eficaz neste fim de semana em Manhuaçu (MG).
Caio Machado Por Caio Machado 09/05/2020
    Compartilhe:

A solicitante entrou em contato com a atendente virtual Frida, da Delegacia de Atendimento e Proteção à Mulher, informando que estava sendo ameaçada de morte pelo ex-marido. A partir desse acionamento, a policial civil Ana Rosa foi chamada e a Polícia Militar entrou em ação, evitando que algo pior acontecesse.

A vítima tem medida protetiva expedida pela Justiça, determinando que o ex-companheiro mantenha distância dela. Ainda assim, ele estava na porta da casa onde ela mora dizendo que iria matá-la. Através do serviço de atendimento virtual, a moça enviou a própria localização, uma cópia da decisão de medida protetiva, uma foto do agressor e prints das mensagens ameaçadoras.

De acordo com a Polícia Militar, em poucos minutos a atendente Frida fez os encaminhamentos necessários. Uma equipe policial foi até a casa da mulher, indicada pelo GPS, e confirmou as ameaças. O autor tentou fugir por um matagal, mas acabou capturado na residência do pai dele.

Na delegacia, o homem foi ouvido e autuado em flagrante por descumprimento de medida protetiva e ameaça contra a ex-companheira. Em casos como esse, o agressor não pode ser liberado por meio de pagamento de fiança.

Comente com o facebook

Publicidade