Astrônomos descobrem planeta parecido com a Terra a 6 anos-luz de distância
"Apenas" 6 anos-luz, essa é a distância para a Terra, dimensões semelhantes, e uma distância de sua estrela parecida da que há entre o nosso planeta e o Sol. Cientistas anunciaram a
"Apenas" 6 anos-luz, essa é a distância para a Terra, dimensões semelhantes, e uma distância de sua estrela parecida da que há entre o nosso planeta e o Sol. Cientistas anunciaram a
Caio Machado Por Caio Machado 14/11/2018
    Compartilhe:

"Apenas" 6 anos-luz, essa é a distância para a Terra, dimensões semelhantes, e uma distância de sua estrela parecida da que há entre o nosso planeta e o Sol. Cientistas anunciaram a descoberta de um planeta que orbita a estrela de Barnard, provavelmente, rochoso.

É o segundo exoplaneta (planetas fora do Sistema Solar), mais próximo da Terra já descoberto.

Mas é preciso conter a euforia: é praticamente improvável que Barnard b ou GJ 699 b (as duas maneiras como o astro é denominado) reúna condições para a existência de vida.

O planeta está na categoria de superterra, ou seja, tem massa maior do que a Terra, mas menor do que os gigantes gasosos do Sistema Solar, por definição, o termo é empregado para planetas com massa de 1 a 10 vezes a da Terra. Barnard b, de acordo com os dados disponíveis, deve ter uma massa pelo menos 3,2 vezes a da Terra e dá uma volta completa em torno de sua estrela a cada 233 dias.

A descoberta foi realizada por um grupo internacional de astrônomos, unidos em dois consórcios internacionais de busca por planetas rochosos, o Red Dots Project e o Carmenes, e acaba de ser divulgada pela revista científica Nature.

"A única informação que temos é a massa mínima do planeta, que é de 3,2 vezes a terrestre. Isso porque a técnica que usamos, conhecida como velocidade radial ou técnica Doppler, é sensível apenas às variações de velocidade ao longo da linha de visão. Isso significa que não podemos distinguir um planeta menos massivo com uma órbita de borda a partir de um planeta mais massivo em uma órbita inclinada", explicou à BBC News Brasil o físico e astrônomo Ignasi Ribas, do Instituto de Estudos Espaciais da Catalunha e principal autor da descoberta.

"A partir de considerações estatísticas, podemos estimar que a massa mais provável para o planeta é de 4,1 massas terrestres."

Em termos de distância da Terra, o exoplaneta só está mais longe, dentre todos os já descobertos, do que Proxima b, cuja existência foi anunciada em 2016 e está a pouco mais de 4 anos-luz da Terra.

Comente com o facebook

Publicidade