Após seu filho ter sido salvo por hospital, produtor de Glee doa US$ 10 Milhões a Hospital
O caso aconteceu em Los Angeles
O caso aconteceu em Los Angeles

Créditos do fotógrafo Reprodução

Daiane Siquelli Teófilo Por Daiane Siquelli Teófilo 24/10/2018
    Compartilhe:

Conhecido por ser o produtor da série mundialmente famosa "Glee", o americano Ryan Murphy, de 52 anos, doou US$ 10 milhões (R$ 37 milhões) ao hospital infantil de Los Angeles, que salvou a vida de seu filho, Ford. Ryan contou ao publico o testemunho de seu filho com um post no Instagram.

"Eu gostaria que você conhecesse Ford Theodore Miller Murphy. Hoje é um grande dia na vida dele e da nossa família. Dois anos atrás, esse doce menino inocente com uma gargalhada profunda e uma obsessão pelos 'Monster Trucks' foi diagnosticado com neuroblastoma, um câncer pediátrico frequentemente fatal", escreveu em seu post.

O tumor abdominal do tamanho de uma bola de tênis foi encontrado durante um check-up com o pediatra da criança, segundo Murphy. Após a descoberta, ele passou por uma grande cirurgia e diversos procedimentos. "Minha melhor metade, David Miller, foi uma rocha ao longo disso, paciente e amoroso", disse o produtor, citando o seu marido.

Com a doação ao hospital, o produtor deseja que outras crianças tenham a mesma sorte de seu filho. "Hoje, no hospital, estamos doando uma ala em homenagem à Ford, e nossa família está fazendo uma doação de US$ 10 milhões para que outras crianças possam experimentar o amor e o cuidado desta instalação excepcional. Nenhuma criança é rejeitada no Hospital Infantil. Estamos muito honrados e felizes por contribuir e encorajar todos que podem fazer o mesmo."

Segundo o site americano The Wrap, Murphy acaba de assinar um contrato de US$ 30 milhões com a Netflix para exibição de duas temporadas da série musical "The Politician", ainda sem data de estreia e outras duas produções.

Comente com o facebook

Publicidade