Apoiadora de Bolsonaro, Regina Duarte diz que é chamada de fascista
Regina Duarte falou abertamente sobre o apoio ao presidente Jair Bolsonaro.
Regina Duarte falou abertamente sobre o apoio ao presidente Jair Bolsonaro.
Caio Machado Por Caio Machado 03/06/2019
    Compartilhe:

Convidada do programa ‘Conversa com Bial’, apresentador por Pedro Bial na TV Globo, Regina Duarte falou abertamente sobre o apoio ao presidente Jair Bolsonaro.

“Em 2002 fui chamada de terrorista e hoje sou chamada de fascista, olha que intolerância? E eu achando que vivia em uma democracia, onde eu tenho o direito de pensar de acordo com o que eu quero. Eu respeito todo mundo que pensa diferente de mim. Não saio xingando as pessoas por aí”, desabafou a atriz de 72 anos, cujo o ativismo a favor de Jair Bolsonaro chegou a provocar fúria de colegas de emissora, como José de Abreu e Tássia Camargo, que são declaradamente contra o presidente.

Nas redes sociais, Regina Duarte se mostra cada vez mais ativa e já defendeu a extinção do STF, aderiu à campanha pelo voto aberto para presidente do Senado e afirma que a homofobia de Bolsonaro é “da boca para fora”.

Comente com o facebook

Publicidade